Página InicialContato日本語
Associado: Senha: 25 de maio de 2017
 


Informações sobre Estado do Amazonas

Atualizado em: 06/03/2017 19:05

AMAZONAS - Indicadores da Produção Industrial
Em março de 2009, os índices regionais da produção industrial ajustados sazonalmente mostraram crescimento frente a fevereiro em oito das 14 regiões pesquisadas, com destaque para Rio de Janeiro (5,4%), Pernambuco (5,1%) e Minas Gerais (3,4%). Pará e Ceará (ambos com 1,5%) e São Paulo (1,0%) completam o conjunto de locais com taxas acima da média nacional (0,7%). Santa Catarina (0,3%), Nordeste (0,1%), Amazonas e Bahia (ambos com 0,0%) praticamente repetiram o patamar do mês anterior. Mostraram recuo na produção Espírito Santo (-4,2%), Paraná (-2,3%), Goiás (-1,1%) e Rio Grande do Sul (-0,9%).
Na comparação março 09/março 08, houve queda da produção em 13 das 14 regiões. Paraná, com expansão de 4,1%, foi o único local que apontou taxa positiva, impulsionada pelo desempenho do setor de edição e impressão. Todos os locais mostraram recuo no primeiro trimestre de 2009 frente ao mesmo período de 2008. Tiveram perdas mais acentuadas que a média nacional (-14,7%) o Espírito Santo (-31,6%), Minas Gerais (-24,4%), Amazonas (-19,4), Rio Grande do Sul (-16,9%) e São Paulo (-15,1%).
Na comparação com março de 2008, a retração ficou em 14,7%, quinta taxa negativa consecutiva. Houve decréscimo em oito dos 11 setores pesquisados, com destaque para material eletrônico e equipamentos de comunicações (-33,3%), outros equipamentos de transporte (-34,1%) e produtos de metal (-15,2%). Sobressaíram as quedas de fabricação de telefones celulares e televisores; motocicletas e suas peças e acessórios; e aparelhos e lâminas de barbear. O principal impacto positivo ocorreu em alimentos e bebidas (18,0%).




Zona Franca Verde
É um programa de desenvolvimento sustentável, com geração de emprego e renda, aliado à conservação da natureza. Representa o compromisso do Governo Eduardo Braga com a melhoria da qualidade de vida da população do interior do Estado e, ao mesmo tempo, com a proteção ao extraordinário patrimônio natural do Amazonas: as florestas, rios, lagos, igarapés e campos naturais.
A idéia é promover o desenvolvimento sustentável do Estado do Amazonas, a partir de sistema de produção florestal, pesqueira, agropecuária e atividades de turismo, feitas em bases ecologicamente saudáveis, socialmente justa e economicamente viáveis, associados à gestão de unidades de conservação e à promoção do etnodesenvolvimento em terras indígenas.
Existe a necessidade de interiorizar o desenvolvimento do Estado do Amazonas com a criação de oportunidades de emprego e renda no interior, utilizando as potencialidades da floresta e colaborando para a redução da migração para Manaus. 

Potencial natural do Amazonas
· Maior reserva florestal tropical do Brasil (150 milhões de hectares, 1/3 das florestas do país, cerca de 8% das florestas tropicais do mundo);

· A maior reserva de água doce do planeta, com grande diversidade de recursos hídricos e potencial pesqueiro e de aqüicultura;

· Grandes extensões de várzeas, campos naturais e áreas degradadas que podem e devem ser utilizadas de forma sustentável; e

· Vocação do interior do Estado para a implantação de indústrias de beneficiamento da produção florestal, pesqueira e agropecuária.
 

Principais Projetos da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável.

  • Urucará - Instalação de tanques-rede para produção de matrinxã e tambaqui:
  • Itacoatiara - Revitalização das indútrias do setor madeireiro;
  • Pauini - Reativação de antigos seringais, beneficiando 2,5 mil famílias;
  • Tabaringa - Revitalização de serrarias e marcenarias.

Retornar à Página Inicial

 

Câmara de Comércio e Indústria Nipo-Brasileira do Amazonas

Rua Terezina, 95 - Adrianópolis - CEP: 69057-70 - Manaus / Amazonas
Tel. +55 (92) 3233 3346 Fax: +55 (92) 3234 4780
Produzido por Wilson Dias da Rocha Neto.